25

set. 2015

Presidente da Aciju recebe Prêmio Empreendedor Ozires Silva

A empresária Tânia Mara Rezende, que também é presidente da Associação Comercial e Industrial de Juruaia (Aciju), foi agraciada com o Prêmio Empreendedor Ozires Silva, em evento realizado no dia 19 de setembro, na cidade de Passos. Além da presidente, mais oito empresários do polo mineiro de moda íntima também receberam a premiação.

Tânia Mara Rezende, Priscila Bueno, Fábia Terra Martins, Rene Wagner da Silva,  Lídia Corrêa Dias, Maria Helena Avelar, Marlene Cintra, Simone Marques Mariano e Izabel Cristina Gonçalves têm em comum o mundo da moda íntima. Todos são empresários que ajudaram o polo a se desenvolver e a se tornar referência em moda lingerie no País. “Essa premiação mostra que todo o trabalho, por mais difícil que seja em certos momentos, sempre tem o seu reconhecimento. Estamos muitos felizes com a premiação e esperamos que ainda venham muitos”, diz Rezende.

Outro destaque da noite foi o lançamento do livro Rotas para um Empreendedor, de autoria de Ozires Silva, personagem que dá nome à premiação e figura importante na criação da Embraer.  A biografia de Rosana Marques, uma das maiores empresárias de Juruaia, está registrada nesse livro. A empresária já recebeu esse prêmio em 2013, diretamente das mãos de Ozires Silva.

Ozires Silva

A premiação tem o nome de um dos maiores empreendedores do Brasil. Ozires Silva é oficial da Aeronáutica e engenheiro formado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Liderou, em 1970, o grupo que promoveu a criação da Embraer, uma das maiores empresas aeroespaciais do mundo. Presidiu a empresa até 1986, quando aceitou o desafio de ser presidente da Petrobras, onde atuou até 1989. Em 1990, assumiu o Ministério da Infraestrutura e, em 1991, retornou à Embraer, desempenhando um papel importante na condução do processo de privatização da empresa, concluído em 1994. Já publicou cinco livros e, em 2011, foi lançada sua biografia, intitulada ‘Um Líder da Inovação – Biografia do Criador da Embraer’ e escrita por Decio Fischetti.

 


Comentários.