image fullwidth

Juruaia - A Capital da Lingerie


A produção de lingerie em Juruaia começou há cerca de 30 anos. Entre 1990 e 1992 duas empresas do setor se instalaram no município. As lojas fecharam em menos de dois anos, mas serviram de exemplo para que as ex-funcionárias abrissem seus próprios negócios. Assim, a cidade, que antes vivia praticamente do café, com boa parte da população trabalhando nas lavouras, foi se desenvolvendo no setor e a cada ano mais fábricas foram sendo abertas.

Hoje, a economia local gira em torno do mercado de moda íntima, praia, fitness e pijamas, que busca sempre inovar e se destacar cada vez mais no país e no mundo.

A pequena cidade de Juruaia, localizada no sul de Minas Gerais pode ser definida como um lugar para bons negócios. Isso porque o município com pouco mais de dez mil habitantes é considerado a capital mineira da lingerie e o terceiro maior polo fabricante do país. De acordo com a Associação Comercial e Industrial de Juruaia (ACIJU), são mais de 200 confecções instaladas na cidade que geram cerca de 5.000 empregos, vendem cerca de 1,5 milhão de peças por mês, e faturam R$ 15 milhões. Anualmente são produzidas aproximadamente vinte milhões de peças e o Produto Interno Bruto (PIB) da cidade cresce cerca de 30% ao ano. Juruaia encontrou sua vocação, a concentração de renda e trabalho está nas mãos dos empresários do ramo.

A cidade gera lucro para quem fabrica e também para quem revende. Incentivadas pelo bom preço, qualidade e pelo design diferenciado das lingeries locais, as revendedoras apostam no mercado aquecido e aproveitam para fazer bons negócios, contribuindo para que as marcas de lingerie de Juruaia sejam cada vez mais conhecidas.